Não é preciso ir longe: Filmes de natureza melhoram sua autoimagem

Não é preciso ir longe: Filmes de natureza melhoram sua autoimagem
Dedicar um tempo para fazer um passeio pela natureza melhora sua autoimagem - mas se não der para sair, assista um filme ou documentário de natureza.
[Imagem: CC0 Public Domain/Pixabay]

Natureza e autoimagem

Já havia sido comprovado que passar um tempo em espaços verdes - incluindo parques urbanos - ajuda a promover uma imagem corporal positiva, que inclui respeitar o próprio corpo e rejeitar ideais rígidos quanto à aparência.

Mas talvez nem seja precisa deslocar-se de sua casa para conseguir esses benefícios: Assistir a programas de TV com o tema de natureza pode ter o mesmo efeito.

Voluntários assistiram a dois filmes de três minutos, mostrando ambientes naturais e urbanos, filmados a partir de uma perspectiva em primeira pessoa, produzidos por uma equipe da Universidade Anglia Ruskin (Reino Unido) e Universidade Perdana (Malásia).

O filme mostrando as ruas da cidade não teve qualquer efeito - positivo ou negativo - na apreciação corporal dos participantes. Mas o filme de uma região natural teve efeitos similares aos obtidos no estudo anterior, envolvendo caminhar de fato por uma área verde.

Fascinação suave

"Há uma série de explicações possíveis para os nossos resultados, incluindo a ideia de que os ambientes naturais promovem a 'fascinação suave', que é um estado de quietude cognitiva que estimula a autoestima e ajuda os indivíduos a terem uma visão mais compassiva de seu corpo. A visão de rios e árvores também é desprovida de qualquer lembrança do materialismo, e assim permite que o espectador deixe de pensar no consumo e na imagem.

"No entanto, mais pesquisas ainda precisam ser feitas para entender exatamente como a exposição a ambientes naturais promove melhorias na imagem corporal, como também como os nossos resultados aqui se traduzem em como as pessoas veem filmes de natureza fora do laboratório. Por exemplo, se assistirmos [um filme de natureza] no sofá, ao mesmo tempo em que verificamos o nosso feed do Twitter, é possível que as cenas naturais possam não ter o mesmo efeito imersivo.

"No entanto, nossos resultados sugerem que pode haver uma solução simples e direta, e de baixo custo, para promover uma imagem corporal mais saudável, especialmente para indivíduos que podem não ter acesso fácil a ambientes naturais reais, por exemplo se moram no centro da cidade ou têm problemas de mobilidade," disse o professor Viren Swami, coordenador da pesquisa.


Ver mais notícias sobre os temas:

Bem-estar emocional

Concentração

Emoções

Ver todos os temas >>   

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2018 www.diariodasaude.com.br. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.