19/04/2021

Narcisismo é gerado por insegurança, não por ego inflado

Redação do Diário da Saúde
Narcisismo é gerado por insegurança, não por ego inflado
Conheça as diferenças entre narcisismo e autoestima exagerada.
[Imagem: Wikimedia/Pedro Maia]

Ego inflado

O narcisismo é movido pela insegurança, e não por um senso inflado de identidade.

Isto é o que defende uma nova pesquisa, que traz uma visão mais detalhada desse comportamento, com o adicional de poder explicar o que motiva a natureza autocentrada das atividades em que as pessoas se engajam nas mídias sociais.

"Por muito tempo, não ficou claro por que os narcisistas se envolvem em comportamentos desagradáveis, como a autocomplacência, já que isso faz com que os outros os considerem menos," explica o professor Pascal Wallisch, da Universidade de Nova York (EUA). "Isso se tornou bastante comum na era das mídias sociais - um comportamento que tem sido chamado de 'flexionamento'."

As análises e entrevistas revelaram que os narcisistas não são grandiosos, mas inseguros, e é assim que parecem lidar com suas inseguranças.

"Mais especificamente, os resultados sugerem que o narcisismo é mais bem compreendido como uma adaptação compensatória para superar e encobrir a baixa autoestima," acrescenta a professora Mary Kowalchyk. "Os narcisistas são inseguros e enfrentam essas inseguranças flexionando-se. Isso faz com que os outros gostem menos deles no longo prazo, agravando ainda mais suas inseguranças, o que então leva a um ciclo vicioso de comportamentos flexionantes."

Narcisismo e insegurança

Os quase 300 participantes da pesquisa - aproximadamente 60% mulheres e 40% homens - tinham uma idade média de 20 anos.

No geral, os resultados mostraram altas correlações entre autoconceitualizações movidas pela insegurança e narcisismo - mas não com psicopatia.

Por exemplo, a necessidade de validação social (uma métrica do flexionamento) apresentou forte correlação com a tendência relatada de se envolver em autoelevação performativa - uma característica do narcisismo vulnerável.

Em contraste, as medidas de psicopatia, tais como níveis elevados de autoestima, mostraram baixos níveis de correlação com o narcisismo vulnerável, implicando em falta de insegurança.

Essas descobertas sugerem que os narcisistas genuínos são inseguros e são mais bem descritos pelo subtipo de narcisismo vulnerável. Já o chamado narcisismo grandioso continua podendo ser melhor compreendido como uma manifestação de psicopatia, dizem os pesquisadores.

Checagem com artigo científico:

Artigo: Narcissism through the lens of performative self-elevation
Autores: Mary Kowalchyk, Helena Palmieri, Elena Conte, Pascal Wallisch
Publicação: Personality and Individual Differences
DOI: 10.1016/j.paid.2021.110780
Siga o Diário da Saúde no Google News

Ver mais notícias sobre os temas:

Comportamento

Emoções

Relacionamentos

Ver todos os temas >>   

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2021 www.diariodasaude.com.br. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.