14/01/2021

Noruega altera recomendação da vacina Pfizer/BioNTech após 23 mortes

Redação do Diário da Saúde
Noruega altera recomendação da vacina Pfizer/BioNTech após 13 mortes
Dados até o dia 14/01/21. Outras 10 mortes associadas à vacinação estão sob análise.
[Imagem: Fonte: NRK]

Mortes em decorrência da vacina de mRNA

A Agência Norueguesa de Medicamentos anunciou que 23 pessoas já morreram depois de tomar a vacina das farmacêuticas Pfizer e BioNTech contra a covid-19.

As vacinas aplicadas na Noruega são do tipo microRNA, diferentes daquelas até agora liberadas pela Anvisa e que serão inicialmente aplicadas no Brasil, como a Coronavac (vírus atenuado), distribuída pelo Instituto Butantan, e Oxford/AstraZeneca (adenovírus), distribuída pela Fiocruz.

A agência norueguesa já analisou 13 dos casos registrados, confirmando a vacina como fator desencadeador da morte. Os demais casos continuam sendo analisados.

Todos os 13 casos fatais já analisados envolveram pessoas com mais de 80 anos de idade.

"Os relatórios indicam que os efeitos colaterais comuns das vacinas de mRNA, como febre e náusea, podem ter levado à morte alguns pacientes frágeis," disse Sigurd Hortemo, médico-chefe da Agência Norueguesa de Medicamentos.

Como resultado, o Instituto Nacional de Saúde Pública do país alterou o guia de vacinação, incluindo novas recomendações sobre a vacinação de idosos.

"Os médicos devem agora considerar cuidadosamente quem deve ser vacinado. Aqueles que estão muito frágeis e no final da vida podem ser vacinados após uma avaliação individual," disse Steinar Madsen, também da Agência Norueguesa de Medicamentos.

Mas Madsen minimizou as mortes: "Não estamos alarmados com isso. É bastante claro que essas vacinas apresentam um fator de risco muito pequeno, com uma pequena exceção envolvendo os pacientes idosos mais frágeis."

A vacinação contra o coronavírus SARS-CoV-2 na Noruega com o imunizante de mRNA das farmacêuticas Pfizer e BioNTech começou em 27 de dezembro passado.

Segundo o relato da Agência, até o momento 25 mil pessoas já foram vacinadas no país. Levando em conta o número de óbitos relatados, isso resulta em 1 chance de morte a cada 1.086 pessoas vacinadas, sendo que o número seria maior para a faixa etária mais elevada, mas a Agência Norueguesa não divulgou os números de vacinados por faixa etária.


19/10/21 06:43 - Matéria alterada para incluir informação sobre as vacinas inicialmente aplicadas no Brasil.

Siga o Diário da Saúde no Google News

Ver mais notícias sobre os temas:

Vacinas

Epidemias

Prevenção

Ver todos os temas >>   

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2021 www.diariodasaude.com.br. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.