02/12/2021

Oferta de tratamentos com células-tronco não aprovados cresce quatro vezes em cinco anos

Redação do Diário da Saúde
Oferta de tratamentos com células-tronco não aprovados cresce quatro vezes em cinco anos
"Este mercado também representa ameaças ao bem coletivo ao minar a saúde pública, o avanço do conhecimento científico, a confiança nas instituições públicas e o entendimento público."
[Imagem: Steve Zylius / UCI]

Falsos produtos e tratamentos com células-tronco

Você se lembra das primeiras promessas das pesquisas com células-tronco?

Elas não se tornaram realidade ainda - e há cada vez mais ceticismo de que muitas sequer sejam possíveis - mas têm surgido diversas denúncias de falta de ética nas pesquisas com células-tronco, além de preocupações com o rumo daquelas pesquisas na área que estão avançando.

O professor Leigh Turner, da Universidade de Califórnia de Irvine, monitora isso desde 2016.

Ele acaba de publicar sua mais recente revisão do assunto, onde relata que o número de empresas e clínicas médicas que estão vendendo produtos de células-tronco não aprovados pelas autoridades de saúde dos EUA (FDA) multiplicou-se por quatro desde o início do estudo - todos produtos sem evidências convincentes de segurança e eficácia.

Usando ferramentas simples, como pesquisas na internet e o Google Maps, Turner encontrou 1.480 empresas e 2.754 clínicas médicas vendendo supostos tratamentos com células-tronco, em comparação com 351 empresas e 570 clínicas em 2016.

"Uma das características mais preocupantes deste mercado é que as empresas que vendem produtos de células-tronco não comprovados e não aprovados pela FDA costumam usar declarações falsas de marketing e táticas de vendas agressivas para explorar a esperança, o sofrimento, o medo ou o desespero dos pacientes," disse Turner.

Mentiras e marketing predatório

A terapia com células-tronco, ou medicina regenerativa, já gerou tratamentos para pacientes com certos tipos de câncer e doenças relacionadas ao sangue, como leucemia, linfoma e mieloma múltiplo.

No entanto, a maioria dos produtos de células-tronco são, atualmente, de natureza experimental, e sua segurança e eficácia continuam a precisar de testes em ensaios clínicos bem planejados e rigorosamente conduzidos.

A análise de Turner descobriu que os tipos de supostos tratamento oferecidos variam de reivindicações para aliviar a dor (85%), doenças e lesões ortopédicas (46%) e lesões relacionadas ao esporte (22%) até queda de cabelo e antienvelhecimento. Alguns até afirmam estimular o sistema imunológico como forma de proteção contra o vírus SARS-CoV-2.

"Muitas dessas 'clínicas' estão promovendo produtos de células-tronco não licenciados e não comprovados e afirmam que suas intervenções não requerem a aprovação da FDA," contou Turner. "No entanto, isso não poderia estar mais longe da verdade. Descobri que há uma ampla promoção de produtos que, de fato, exigem autorização pré-comercialização da FDA. Em muitos casos, essas clínicas estão usando publicidade enganosa e técnicas de marketing predatório."

Desperdício de dinheiro e riscos

O estudo também mostra que os pacientes estão gastando milhares de dólares nesses produtos não comprovados.

Os custos diretos variam de US$ 1.200 a US$ 28.000 por "tratamento", com um preço médio de cerca de US$ 5.100. Ainda mais alarmante é que produtos de células-tronco não comprovados e não aprovados representam vários riscos para os pacientes e causaram sérios danos a alguns indivíduos.

"Este mercado também representa ameaças ao bem coletivo ao minar a saúde pública, o avanço do conhecimento científico, a confiança nas instituições públicas e o entendimento público necessário para que os cidadãos sejam capazes de distinguir intervenções com células-tronco baseadas em evidências de produtos sem suporte por segurança convincente e dados de eficácia," disse Turner.

Checagem com artigo científico:

Artigo: The American stem cell sell in 2021: U.S. businesses selling unlicensed and unproven stem cell interventions
Autores: Leigh Turner
Publicação: Cell Stem Cell
DOI: 10.1016/j.stem.2021.10.008
Siga o Diário da Saúde no Google News

Ver mais notícias sobre os temas:

Células-tronco

Ética

Tratamentos

Ver todos os temas >>   

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2022 www.diariodasaude.com.br. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.