19/03/2019

OMS pede esporte livre do tabaco

Com informações da PAHO

Esporte sem tabaco

A Organização Mundial da Saúde (OMS) está pedindo aos governos de todos os países para aplicarem proibições à publicidade, promoção e patrocínio de tabaco em eventos esportivos, inclusive quando estiverem hospedando ou recebendo transmissões de eventos da Fórmula 1 e do MotoGP.

O organismo internacional também pede que todos os órgãos esportivos, incluindo a Fórmula 1 e o MotoGP, adotem políticas fortes, garantindo que seus eventos sejam "livres do tabaco" e que suas atividades e participantes, incluindo equipes de corrida, não sejam patrocinados por empresas desse ramo.

Proibições abrangentes de publicidade, promoção e patrocínio do tabaco reduzem o consumo de produtos dele derivados, inclusive entre os jovens.

O Artigo 13 da Convenção-Quadro para o Controle do Tabaco da OMS obriga as partes a implementarem uma proibição (ou restrições) abrangente à publicidade, promoção e patrocínio do tabaco. Essas definições são amplas e abrangem atividades com o efeito ou o provável efeito de promover direta ou indiretamente um produto derivado do tabaco ou o próprio uso do tabaco.

As ações das empresas resultam em publicidade e promoção de produtos de tabaco e do consumo de tabaco, incluindo para os jovens. A publicidade e a promoção desses produtos ocorrem tanto em países que hospedam eventos, quanto em países que recebem suas transmissões.

A OMS pede aos governos que implementem suas próprias leis proibindo a publicidade, a promoção e o patrocínio do tabaco das formas mais rígidas possíveis - incluindo a aplicação de penalidades de acordo com as leis internas e a adoção de medidas preventivas.


Ver mais notícias sobre os temas:

Tabagismo

Vícios

Diversão

Ver todos os temas >>   

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2019 www.diariodasaude.com.br. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.