01/08/2022

Revestimento aplicado em spray protege superfícies de vírus e bactérias

Redação do Diário da Saúde
Revestimento aplicado em spray protege superfícies de vírus e bactérias
O revestimento tem um grau duplo de proteção.
[Imagem: Deepu Ashok et al. - 10.1002/advs.202201415]

Revestimento antivírus e antibactérias

Pesquisadores australianos desenvolveram um revestimento pulverizável inédito que pode impedir a propagação superficial de infecções por bactérias e vírus - incluindo o vírus da covid-19 - por um período prolongado.

O spray funciona de duas maneiras: Repelindo vírus e bactérias através de uma barreira cheia de ar, e matando os patógenos através de materiais microscópicos.

O revestimento fornece uma alternativa confiável aos desinfetantes comuns, que estão se tornando menos eficazes e exigem reaplicação regular, e é a única camada superficial permanente que comprovadamente protege as superfícies da contaminação por vírus.

Os primeiros testes de segurança mostraram que o material não tem efeitos colaterais prejudiciais e funciona de modo mais estável ao longo do tempo - ao contrário do agente não desinfetante mais promissor para matar bactérias, as nanopartículas de prata.

A equipe afirma que o revestimento é ideal para aplicação em superfícies em ambientes públicos, como botões de elevadores, corrimãos de escadas, superfícies em hospitais, asilos, escolas e restaurantes, para evitar a propagação de vírus e bactérias comuns.

"Assim como uma folha de lótus, o spray superficial cria um revestimento que repele a água. Como os patógenos gostam de estar na água, eles permanecem presos nas gotículas e a superfície é protegida da contaminação. Se esse mecanismo falhar, uma explosão secundária de íons é desencadeada por nanomateriais cuidadosamente projetados dispersos no revestimento," explicou o professor Antonio Tricoli, da Universidade de Sidnei.

Avanços e demoras

O revestimento é aplicado da mesma maneira que uma tinta spray, embora sejam necessárias quantidades menores do que uma tinta.

"O revestimento foi projetado por meio de uma técnica simples e escalonável, com uma escolha cuidadosa de materiais para fornecer ultra-durabilidade. Também acreditamos que nossa explicação do mecanismo por trás dos efeitos antimicrobianos e antivirais poderia avançar significativamente as pesquisas de tecnologias antipatógenos, que podem chegar a uma fabricação acessível de sprays de superfícies eficazes, para proteger as pessoas de vírus e bactérias," disse o professor David Nisbet.

Os pesquisadores criaram uma empresa para desenvolver a tecnologia em escala industrial e disponibilizar o spray comercialmente, mas eles estimam que isso levará pelo menos três anos.

Checagem com artigo científico:

Artigo: Shielding Surfaces from Viruses and Bacteria with a Multiscale Coating
Autores: Deepu Ashok, Mahdiar Taheri, Puneet Garg, Daryl Webb, Pawan Parajuli, Yi Wang, Bronte Funnell, Bradley Taylor, David C. Tscharke, Takuya Tsuzuki, Naresh K. Verma, Antonio Tricoli, David R. Nisbet
Publicação: Advanced Science
DOI: 10.1002/advs.202201415
Siga o Diário da Saúde no Google News

Ver mais notícias sobre os temas:

Higiene Pessoal

Prevenção

Vírus

Ver todos os temas >>   

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2022 www.diariodasaude.com.br. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.