31/05/2022

Ruminar suas próprias melancolias causa mais depressão

Redação do Diário da Saúde
Ruminar suas próprias melancolias causa mais depressão
Não perca o seu dia ruminando sobre o que já passou.
[Imagem: aleksandra85foto/Pixabay]

Pensar sobre o pensamento

Uma vez que você tenha sintomas depressivos, é fácil cair em um padrão em que você agrava o transtorno pelo que os psicólogos chamam de "ruminação", ou pensamento ruminativo.

A ruminação envolve realimentar não apenas pensamentos negativos, mas também pensamentos (e julgamentos) sobre os próprios pensamentos negativos, uma categoria de pensar conhecida como metacognição.

Essas metacognições negativas estão no centro das pesquisas atuais no campo da depressão.

"Metapensamentos - ou metacognições - são os pensamentos que pensamos sobre os pensamentos que pensamos," reforça Leif Kennair, da Universidade Norueguesa de Ciência e Tecnologia (NTNU).

"Ter pensamentos sobre o nosso próprio pensamento, dos quais estamos mais ou menos conscientes, é bastante comum", complementou sua colega Helene Pedersen.

Pensamentos sobre nosso próprio pensamento não são prejudiciais em si mesmos. Pensamentos positivos sobre nosso próprio pensamento podem nos levar a refletir sobre tópicos sobre os quais queremos refletir com mais frequência e talvez até desfrutar melhor as situações mais agradáveis.

Mas isso pode dar errado para algumas pessoas.

Ruminar suas próprias melancolias causa mais depressão
Mas é importante pegar leve consigo mesmo nesse caminho de melhorar a si mesmo.
[Imagem: Brandeis/iStockPhoto]

Eu sou anormal?

As metacognições negativas podem - por exemplo - envolver pensar que as reflexões depressivas seriam um sinal de que estamos "com defeito", ou podemos pensar que nossas preocupações são incontroláveis.

Para alguns indivíduos, esse pensamento ruminativo dá origem a pensamentos que podem ser difíceis de romper. E esses pensamentos podem rapidamente levar a se envolver em um padrão negativo e autorreforçador.

"Isto só é um problema quando temos muitos desses pensamentos negativos sobre nosso próprio pensamento e caímos em um padrão de pensamento infeliz que pode ser difícil de interromper," disse Pedersen.

Mas o professor Kennair oferece um encorajamento: "Não somos coisas fracas ou danificadas, e aprender que você pode realmente controlar a reflexão pode ser feito muito rapidamente com a terapia metacognitiva."

Então, felizmente, existem métodos que provavelmente podem ajudar - e pode ajudar muito simplesmente saber que isso não acontece só com você.

As meninas são mais vulneráveis

Sintomas depressivos e depressão são comuns em jovens, mas as meninas têm esses sintomas com mais frequência do que os meninos e também têm mais frequentemente um diagnóstico de depressão.

Neste seu trabalho mais recente, a equipe incluiu cerca de 1.200 jovens com idades entre 16 e 20 anos. Meninas e mulheres pontuaram mais alto em todas as contagens, incluindo sintomas depressivos. Elas também pontuaram mais em metacognições positivas, ou pensamentos de que a ruminação é útil, e metacognições negativas sobre seus próprios pensamentos. Meninas e mulheres ruminam mais em geral do que meninos e homens.

Embora tenham aparecido diferenças claras de gênero, as razões que as pessoas alegaram para ficar presas em seus pensamentos depressivos foram as mesmas para ambos os sexos.

"Descobrimos que as principais razões para os sintomas depressivos persistentes são os metapensamentos negativos e a incubação [de pensamentos], e isso se aplica a ambos os sexos e independentemente da idade," disse Kennair.

Terapia metacognitiva

Melhorar de uma situação de metacognição negativa envolve superar padrões, pensamentos e ações autorreforçadoras.

A terapia metacognitiva é uma forma recente de tratamento, desenvolvida pelo professor Adrian Wells, da Universidade de Manchester (Reino Unido), onde o objetivo principal é interromper os processos de pensamento negativo e mudar as metacognições sobre preocupação e ruminação.

Segundo Pedersen, a terapia metacognitiva se concentra em mudar o que mantém as doenças depressivas: A incubação depressiva e os pensamentos negativos sobre nosso próprio pensamento.

"Metacognições melancólicas e negativas podem ser fatores desencadeantes e mantenedores dos sintomas depressivos. Portanto, pode ser útil se concentrar nisso para prevenir a depressão," disse Ingrid Gronnaess, coautora do estudo.

Checagem com artigo científico:

Artigo: Metacognitions and brooding predict depressive symptoms in a community adolescent sample
Autores: Helene Pedersen, Ingrid Gronnas, Mons Bendixen, Roger Hagen, Leif Edward Ottesen Kennair
Publicação: BMC Psychiatry
DOI: 10.1186/s12888-022-03779-5
Siga o Diário da Saúde no Google News

Ver mais notícias sobre os temas:

Comportamento

Mente

Emoções

Ver todos os temas >>   

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2022 www.diariodasaude.com.br. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.