09/05/2022

Visões utópicas utilizam energia das verdadeiras utopias para fomentar desenvolvimento

Redação do Diário da Saúde

Utopias

Utopia significa literalmente um lugar ideal imaginário que, em princípio, nunca pode ser realizado.

No entanto, no desenvolvimento regional prático, a utopia é necessária, porque promove, envolve e inspira as reformas sociais.

Esses mundos imaginários ideais funcionam como uma referência útil para a busca prática por um mundo melhor.

Esta é a conclusão dos estudos empreendidos pelo pesquisador Mikko Karhu, da Universidade de Vaasa (Finlândia).

Karhu examinou a interpretação e os usos das utopias no desenvolvimento de uma região. Clássicos da literatura utópica e distópica, como Utopia, de Thomas More, Admirável Mundo Novo, de Aldous Huxley e 1984, de George Orwell, foram usados como material de pesquisa, ao lado de entrevistas com especialistas em desenvolvimento.

Utopias no desenvolvimento

O anseio pelo desenvolvimento e por um melhor padrão de vida inclui utopias verdadeiras e utópicas literárias.

As utopias emanam da necessidade das pessoas de sonhar com algo melhor. Hoje, as regiões estão sendo desenvolvidas de forma pluralista e muito pragmática, o que torna difícil implementar o idealismo em larga escala.

Com isto, as utopias literárias, realmente idealizadas, têm sido superadas por "utopias mais práticas".

Esses projetos "tipo utopia" consistem na idealização incluída no desenvolvimento e no controle, envolvendo autoridades estatais, organizações governamentais locais, empresas, organizações, moradores ou outros envolvidos que participam no desenvolvimento regional, transmitindo uma visão de futuro desejável ou a se evitar para a região.

"O discurso tipo utópico pode parecer fortemente dependente do futuro ideal. Isso é bom quando várias partes são incentivadas a participar da implementação de metas compartilhadas," diz Karhu.

Segundo o pesquisador, as visões de futuro e até as instituições incluem visões do tipo utópicas.

"A colonização espacial e outras visões ultrafuturistas não serão viáveis por muito tempo na escala que os utópicos tecnológicos reivindicam. Por outro lado, a ideia ideológica de instituições estabelecidas, como estados nacionais, de uma nação unida que compartilha os mesmos valores e objetivos, também nunca pode ser plenamente realizada," disse Karhu.

Apesar dos perigos, as utopias verdadeiras fascinam

Em contraste com o pensamento tipo utopia, as utopias ideais e as utopias ideológicas são consideradas utopias verdadeiras.

A utopia ideal é um lugar ficcional desvinculado da realidade que é descrita na literatura utópica e distópica.

A utopia ideológica é uma busca implícita, e muitas vezes imposta, de uma ideologia. As utopias ideológicas visam mudanças em grande escala, até mesmo totalitárias, que não deram certo no passado. As restrições da liberdade de expressão e as políticas de vigilância sobre a população, com o argumento de manutenção da segurança, têm uma semelhança impressionante com o Ministério da Verdade, a Polícia do Pensamento e o Grande Irmão do romance de Orwell.

Segundo Karhu, as verdadeiras utopias nunca desaparecerão totalmente do desenvolvimento regional. As utopias ideais podem ser úteis ao especular sobre futuros distantes e também em processos de inovação.

Por outro lado, um modelo operacional inquestionável, imposto de cima para baixo, como a crença cega na inteligência artificial ou no crescimento econômico contínuo como garantia da felicidade, podem ser preocupantes se caminharem para uma utopia ideológica, como parece ser o desejo de muitas vertentes do pensamento de direita atual, que incluiu em sua justificativa de busca pelo poder um combate a uma utopia ideológica de esquerda há muito desaparecida por ter fracassado, o comunismo.

"No desenvolvimento regional polifônico, é preferível usar o utopismo como meio de desafiar as formas tradicionais de pensamento do que como projeto visando a perfeição," recomenda Karhu.

Checagem com artigo científico:

Artigo: Utopiat ja utopiankaltaisuus aluekehittämisessä
Autores: Mikko Karhu
Publicação: Acta Wasaensia 483
Cheque você mesmo: https://urn.fi/URN:ISBN:978-952-395-016-0
Siga o Diário da Saúde no Google News

Ver mais notícias sobre os temas:

Qualidade de Vida

Relacionamentos

Ética

Ver todos os temas >>   

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2022 www.diariodasaude.com.br. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.