Antidepressivos podem causar dependência e sintomas de abstinência

Antidepressivos podem causar dependência e sintomas de abstinência
"Este tipo de drogas antidepressivas é amplamente usado com a suposição errada de que eles não causam dependência e problemas após a descontinuação."
[Imagem: CC0 Public Domain/Pixabay]

Inibidores seletivos da recaptação da serotonina

Os inibidores de recaptação de serotonina-noradrenalina podem causar dependência nos pacientes, anunciou uma equipe de cientistas da Itália e dos EUA.

As dificuldades que as pessoas têm em interromper a medicação antidepressiva ganharam nova dimensão nos noticiários recentemente.

Uma análise publicada na revista científica Psychotherapy and Psychosomatic sobre os efeitos da suspensão de medicamentos antidepressivos comumente usados, como venlafaxina e duloxetina, de fato indica que essas drogas podem causar síndromes de dependência e abstinência quando são interrompidas.

O Dr. Giovanni Fava e seus colegas fizeram uma revisão sistemática que examinou bancos de dados eletrônicos, incluindo PubMed, Biblioteca Cochrane, Web of Science e MEDLINE, desde o início de cada banco de dados até junho de 2017.

Sessenta e um estudos preencheram os critérios de inclusão. Estão documentados 22 ensaios clínicos randomizados duplo-cegos, 6 estudos em que os pacientes foram tratados de forma aberta e depois randomizados para uma fase controlada por dupla ocultação, 8 estudos abertos, 1 estudo naturalista prospectivo, 1 estudo retrospectivo e 23 relatos de casos.

Dependência e abstinência

Os resultados mostraram que os sintomas de abstinência ocorreram após a descontinuação de qualquer tipo de ISRS (inibidor seletivo da recaptação da serotonina ou inibidor da recaptação da serotonina-noradrenalina).

A prevalência dos sintomas de abstinência variou em todos os relatórios e pareceu ser maior com a venlafaxina.

Os sintomas geralmente ocorreram dentro de alguns dias após a descontinuação e duraram algumas semanas, também com redução gradual. Também foram relatados surgimento tardio e/ou persistência mais longa dos distúrbios.

Esses resultados ressaltam a necessidade de os médicos incluírem os ISRS na lista de medicamentos que potencialmente induzem sintomas de abstinência após a descontinuação, juntamente com outros tipos de drogas psicotrópicas.

"Este tipo de drogas antidepressivas é amplamente usado com a suposição errada de que eles não causam dependência e problemas após a descontinuação. Devemos ser mais cautelosos ao prescrevê-las e estar cientes dos problemas que ocorrem quando você os interrompe," disse Giovanni Fava, da Universidade de Bolonha (Itália), que fez a revisão juntamente com colegas da Universidade de Buffalo (EUA).


Ver mais notícias sobre os temas:

Medicamentos

Drogas Lícitas

Vícios

Ver todos os temas >>   

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2018 www.diariodasaude.com.br. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.