17/02/2022

Eficácia da quimioterapia varia com a hora do dia em que é aplicada

Redação do Diário da Saúde
Eficácia da quimioterapia varia com a hora do dia em que é aplicada
Esta pesquisa é parte de uma área emergente conhecida como cronobiologia.
[Imagem: WVU]

Cronoquimioterapia

Aplicar os tratamentos de quimioterapia à noite combate tumores cerebrais com mais eficiência do que quando o mesmo tratamento é administrado durante o dia.

Os experimentos, por enquanto feitos apenas em cobaias, mostram que a barreira hematoencefálica é dinâmica, e não estática, indicando que os tratamentos de quimioterapia no momento adequado podem atingir melhor os tumores visados.

A barreira hematoencefálica impede que substâncias estranhas entrem no cérebro. Isso é bom quando se trata de toxinas e germes, mas torna o tratamento de tumores no cérebro mais complicado porque, ao proteger o cérebro de coisas que o prejudicariam, a barreira hematoencefálica também bloqueia a quimioterapia que o ajudaria.

"Não somos os primeiros a mostrar que a cronoquimioterapia é benéfica, mas somos os primeiros a mostrar que ela é benéfica no tratamento de metástases cerebrais," disse professor William Walker, da Universidade da Virgínia Ocidental (EUA).

Também já se sabia que a proteção das vacinas varia conforme o horário em que o imunizante é aplicado.

Quimioterapia à noite

Walker e seus colegas estudaram a quimioterapia em cobaias que tinham câncer de mama que havia metastatizado para o cérebro.

Alguns dos camundongos receberam os tratamentos em condições de luz do dia, quando os camundongos - sendo noturnos - estão normalmente em repouso. Os outros animais os receberam no escuro, um cenário que mais se assemelha ao período ativo dos animais.

A quimioterapia administrada durante a fase escura matou mais células tumorais cerebrais do que as administradas na fase clara.

Os tratamentos de quimioterapia de fase escura também fizeram um trabalho melhor em retardar os sintomas neurológicos, como padrões estranhos de caminhada e perda de controle muscular.

E o tratamento noturno também aumentou a taxa de sobrevivência média em cerca de 20%.

O próximo passo será testar o mesmo procedimento em humanos. Normalmente, as pessoas em quimioterapia recebem seus tratamentos durante o dia, mas, "Se for o caso de as pessoas se parecerem mais com moscas, e a barreira hematoencefálica do cérebro se abrir à noite, então esse pode ser o melhor momento para fazer quimioterapia," disse o pesquisador Randy Nelson.

Checagem com artigo científico:

Artigo: Circadian Influences on Chemotherapy Efficacy in a Mouse Model of Brain Metastases of Breast Cancer
Autores: William H. Walker II, Samuel A. Sprowls, Jacob R. Bumgarner, Jennifer A. Liu, O. Hecmarie Meléndez-Fernández, James C. Walton, Paul R. Lockman, A. Courtney DeVries, Randy J. Nelson
Publicação: Frontiers in Oncology
DOI: 10.3389/fonc.2021.752331
Siga o Diário da Saúde no Google News

Ver mais notícias sobre os temas:

Quimioterapia

Câncer

Sono

Ver todos os temas >>   

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2022 www.diariodasaude.com.br. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.