10/08/2020

Entrevistas de emprego para programador avaliam ansiedade, não habilidades de codificação

Redação do Diário da Saúde
Entrevistas de emprego para programador avaliam ansiedade, não habilidades de codificação
Os melhores programadores podem estar sendo perdidos porque a entrevista de emprego os exclui.
[Imagem: Mahnaz Behroozi et al. (2020)]

Entrevista técnica de programação

As entrevistas técnicas atualmente usadas na contratação para muitos cargos de engenharia de software testam se um candidato a emprego tem ansiedade de desempenho - e não se ele ou ela é competente em programação.

Além disso, as entrevistas também podem ser usadas para excluir grupos de pessoas ou favorecer candidatos a empregos específicos, alertam pesquisadores.

"As entrevistas técnicas são temidas e odiadas na indústria, e acontece que essas técnicas de entrevista também podem estar prejudicando a capacidade da indústria de encontrar e contratar engenheiros de software qualificados," explica Chris Parnin, professor de ciência da computação na Universidade Estadual da Carolina do Norte (EUA).

"Nosso estudo sugere que muitos candidatos a emprego bem qualificados estão sendo eliminados porque não estão acostumados a trabalhar em um quadro branco diante de uma audiência," detalhou Parnin.

Selecionando apresentadores, não programadores

Pesquisas anteriores descobriram que muitos desenvolvedores da comunidade de engenharia de software consideravam o processo de entrevista técnica profundamente imperfeito. Então, os pesquisadores decidiram realizar um estudo que visava avaliar o efeito do processo de entrevista nos aspirantes a programadores.

As entrevistas técnicas no setor de engenharia de software - pesquisadores da Microsoft participaram deste estudo - geralmente assumem a forma de dar a um candidato um problema a ser resolvido, exigindo que ele escreva uma solução em linguagem de programação em um quadro branco, explicando cada etapa do processo a um entrevistador.

Metade dos participantes do experimento passou por uma entrevista técnica convencional, com um entrevistador olhando. A outra metade devia resolver seu problema em um quadro branco sozinho em uma sala, sem que os participantes precisassem explicar suas soluções em voz alta.

Os pesquisadores focaram as avaliações na precisão e na eficiência da solução apresentada por cada candidato - em outras palavras, eles queriam saber se o código que eles escreveram funcionaria e a quantidade de recursos de computação necessários para executá-lo.

"As pessoas que fizeram a entrevista tradicional tiveram metade do desempenho do que as pessoas que foram entrevistadas em particular," diz Parnin. "Em resumo, os resultados sugerem que as empresas estão perdendo realmente bons programadores, porque esses programadores não são bons em escrever em um quadro branco e explicar seu trabalho em voz alta durante a codificação".

Entrevistas tendenciosas

Os pesquisadores também observaram que o formato atual de entrevistas técnicas pode ser usado para excluir determinados candidatos a emprego.

"Por exemplo, os entrevistadores podem dar problemas mais fáceis aos candidatos que preferirem," disse Parnin. "Mas o formato também pode servir como uma barreira para classes inteiras de candidatos. Por exemplo, em nosso estudo, todas as mulheres que fizeram a entrevista pública falharam, enquanto todas as mulheres que fizeram a entrevista privada foram aprovadas. Nosso estudo foi limitado, e seria necessário um tamanho de amostra maior para tirar conclusões firmes, mas a ideia de que o próprio design do processo de entrevista possa efetivamente excluir uma classe inteira de candidatos a emprego é preocupante."

Mais do que isso, a natureza específica do processo de entrevista técnica significa que muitos candidatos a emprego passam semanas ou meses treinando especificamente para a entrevista técnica, e não para o trabalho real que deverão realizar na empresa.

Checagem com artigo científico:

Artigo: Does Stress Impact Technical Interview Performance?
Autores: Mahnaz Behroozi, Shivani Shirolkar, Chris Parnin, Titus Barik
Publicação: Proceedings of th ACM Joint European Software Engineering Conference and Symposium
Cheque você mesmo: http://chrisparnin.me/pdf/stress_FSE_20.pdf
Siga o Diário da Saúde no Google News

Ver mais notícias sobre os temas:

Trabalho e Emprego

Emoções

Educação

Ver todos os temas >>   

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2019 www.diariodasaude.com.br. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.