19/10/2021

Fazer exercícios para dormir melhor? Escolha bem a hora

Redação do Diário da Saúde
Fazer exercícios para dormir melhor? Escolha bem a hora
Se fazer exercícios não está funcionando para você, que tal tomar um banho para dormir mais rápido e melhor?
[Imagem: Cockrell/Universidade do Texas Austin]

Atividades físicas e sono

Atividades físicas costumam ser associadas positivamente a uma boa noite de sono.

Mas, se feitos em determinados momentos do dia, ou pouco antes de dormir, os exercícios também podem alterar a forma como dormimos de modo não tão benéfico.

Para tentar fazer um resumo do que se sabe, pesquisadores da Universidade de Concórdia (Canadá) fizeram uma meta-análise de 15 estudos de alta qualidade já publicados para ver como uma única sessão de exercícios intensos, feitos nas horas anteriores à hora de dormir, afeta adultos saudáveis jovens e de meia-idade.

Para tirar uma média, a equipe combinou os dados dos 15 estudos e executou uma análise estatística para examinar variáveis como o horário do exercício - início da noite ou final da noite - e as horas entre o término do exercício e a hora de dormir - menos de duas horas, cerca de duas horas, e duas a quatro horas.

Variáveis adicionais incluíram o nível de aptidão dos participantes (sedentários ou fisicamente ativos), a intensidade e a duração dos exercícios, além dos tipos específicos de exercícios realizados.

"No geral, nossa análise mostrou que, quando os exercícios terminavam duas horas antes de dormir, havia benefícios para o sono, incluindo a promoção do início do sono e o aumento da duração do sono," contou o pesquisador Emmanuel Frimpong. "Por outro lado, quando o exercício terminou menos de duas horas antes de dormir, o sono foi impactado negativamente. Demorou mais para os participantes adormecerem e a duração do sono diminuiu."

Meta-análise exercícios e sono

Veja outras conclusões da análise sobre a relação entre exercícios e sono:

  • O exercício noturno de alta intensidade ajudou a dormir mais rápido e melhorou a duração do sono, especialmente quando realizado por indivíduos sedentários.
  • Exercícios de alta intensidade realizados entre 30 e 60 minutos também melhoraram o início e a duração do sono.
  • Exercícios de ciclismo beneficiaram mais os participantes em termos de início e sono profundo.
  • Exercícios de alta intensidade, independentemente do tempo, contribuíram para uma ligeira diminuição no estágio de movimento rápido dos olhos (REM) do sono, o estágio do sono que é comumente associado aos sonhos.

Checagem com artigo científico:

Artigo: The effects of evening high-intensity exercise on sleep in healthy adults: A systematic review and meta-analysis
Autores: Emmanuel Frimpong, Melodee Mograss, Tehila Zvionow, Thien Thanh Dang-Vu
Publicação: Sleep Medicine Reviews
Vol.: 60, 101535
DOI: 10.1016/j.smrv.2021.101535
Siga o Diário da Saúde no Google News

Ver mais notícias sobre os temas:

Sono

Atividades Físicas

Mente

Ver todos os temas >>   

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2021 www.diariodasaude.com.br. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.