27/04/2022

Opiniões políticas mudam dependendo do noticiário que eleitores assistem

Redação do Diário da Saúde
Opiniões políticas mudam dependendo do noticiário que eleitores assistem
Há algum tempo os estudiosos têm alertado que a polarização política não destrói apenas a democracia, pode destruir a sociedade.
[Imagem: Egan Jimenez/Princeton]

Noticiários liberais e conservadores

Duas emissoras de TV de grande alcance nos EUA são reconhecidas como apoiadoras de vertentes diferentes do espectro político, a Fox News, de viés conservador, e a CNN, de viés progressista.

Os professores David Broockman (Universidade da Califórnia de Berkeley) e Joshua Kalla (Universidade de Yale), tiveram então uma ideia inusitada: Pagar para que espectadores que preferiam um dos dois canais para passar um mês assistindo as notícias do outro.

Para poder comparar as coisas, eles convidaram também um outro grupo similar de pessoas para assistir o canal que não era o seu preferido, mas sem pagar nada por isso.

Os telespectadores firmemente conservadores da Fox News que passaram um mês sintonizando a CNN apresentaram uma ampla mudança em suas opiniões políticas - até que voltaram a assistir à Fox, quando então suas opiniões voltaram a ser como eram antes.

O resultado mostra o quanto opiniões mantidas com firmeza, e até agressividade, podem mudar significativamente quando as pessoas saem de suas bolhas de informações.

Influência clara dos noticiários

Depois de quase quatro semanas assistindo à CNN em setembro de 2020, os voluntários que gostavam da Fox News continuaram se afirmando firmemente como conservadores, ou Republicanos, no espectro político.

Ainda assim, eles passaram a apoiar mais a votação por correio, menos propensos a acreditar que o candidato democrata Joe Biden queria eliminar todo o financiamento da polícia e tinham avaliações menos positivas do então presidente Donald Trump e de outros políticos republicanos.

O efeito, no entanto, durou pouco. Dois meses após o término do período de estudo, a maioria dos participantes abandonou a CNN e as mudanças em suas opiniões desapareceram, voltando a coincidir com as posições mais defendidas pelo canal Fox News.

A conclusão dos dois psicólogos é que a crescente influência da mídia partidária - como Fox, CNN e MSNBC - levanta preocupações sobre a "saúde política" do país.

"A mídia partidária não está apenas colocando o polegar na balança do seu lado. Eles também estão escondendo informações de que os eleitores precisam para responsabilizar os políticos [pelas suas ações]. Isso não é apenas bom para o lado deles e ruim para o outro lado - é ruim para a democracia e para todos nós."

"Mesmo entre os partidários mais ortodoxos e os espectadores da mídia partidária, aqueles que recebem uma dieta sustentada de informações que os ajudam a ver o quadro maior, na verdade têm a mente aberta o suficiente para entender que seu lado também não está fazendo um trabalho perfeito," disse Broockman.

Maior ponderação

Os pesquisadores ressaltam que, em sua pesquisa, os conservadores não se tornaram liberais, e os apoiadores de Trump não abraçaram Biden de repente. As atitudes sobre segurança pública, mudanças climáticas e raça permaneceram praticamente inalteradas.

Mas, quando comparados aos espectadores do grupo não remunerado, que tiveram menos incentivo para assistir à CNN, aqueles do grupo principal, que mudaram sua visualização por um mês, foram:

  • Mais propensos a concordar que, se Trump cometesse um erro, a Fox News não falaria sobre esse erro;
  • mais propensos a acreditar que a campanha de Trump não estava tomando precauções significativas contra a covid-19 em seus comícios de campanha;
  • menos propensos a acreditar que os democratas estavam tentando roubar a eleição de 2020 com cédulas fraudulentas por correio e mais propensos a apoiar a votação por correio;
  • menos propensos a acreditar que, se Biden fosse eleito, mais policiais seriam baleados por ativistas do Vidas Negras Importam; e
  • geralmente mais críticos em suas avaliações de Trump e dos políticos republicanos.

"Nós não estamos transformando-os em uma audiência da MSNBC ou da CNN," disse Broockman. "Mas eles começaram a perceber: 'Você sabe, talvez Trump não esteja fazendo um trabalho tão bom em lidar com o coronavírus quanto eu pensava'. Eles estão dizendo: 'Eu ainda gosto de Trump, mas talvez ele possa fazer um trabalho melhor nisso'."

Checagem com artigo científico:

Artigo: The manifold effects of partisan media on viewers' beliefs and attitudes: A field experiment with Fox News viewers
Autores: David Broockman, Joshua Kalla
Publicação: OSF Preprints
DOI: 10.31219/osf.io/jrw26
Siga o Diário da Saúde no Google News

Ver mais notícias sobre os temas:

Ética

Relacionamentos

Saúde Pública

Ver todos os temas >>   

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2022 www.diariodasaude.com.br. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.