Proteína age como anti-inflamatório em problemas renais

Proteína age como anti-inflamatório em problemas renais
A proteína galectina-1 mostrou ação anti-inflamatória e de proteção aos rins em situações de falta de oxigênio nos tecidos. As imagens mostram a ação da galectina-1 na diminuição dos marcadores pró-inflamatórios e aumento dos anti-inflamatórios.
[Imagem: Carla P. Carlos et acl. - 10.1038/s41598-018-27907-y]

Galectina-1

Uma proteína produzida pelo corpo humano desponta como candidata a novo medicamento para condições que levam à insuficiência renal aguda.

Os experimentos indicam que a proteína galectina-1 tem ação anti-inflamatória capaz de minimizar o dano celular causado no rim em situações de hipóxia (falta de oxigênio nos tecidos) e reperfusão (restabelecimento do fluxo sanguíneo), processo lesivo inerente aos procedimentos de transplante e que resulta em insuficiência renal.

"O interessante é que a galectina-1 teve ação na diminuição dos marcadores pró-inflamatórios e aumento dos anti-inflamatórios," disse a pesquisadora Carla Patrícia Carlos, da Universidade Estadual Paulista (Unesp), em São José do Rio Preto.

A galectina-1 produzida artificialmente já é um produto comercial, mas não para uso médico.

No caso dos problemas renais geralmente são usados corticoides, um tipo de medicamento utilizado como anti-inflamatório e imunossupressor, mas que pode apresentar uma série de efeitos adversos, como hiperglicemia e tendência ao diabetes, dependência, vulnerabilidade a infecções e câncer, hipercoagulabilidade sanguínea, entre outros.

"Embora ainda não tenha uso clínico, no futuro [a galactetina-1] poderá se tornar uma alternativa ao corticoide para esse tipo de lesão. Mostramos que essa proteína diminuiu marcadores de inflamação como as citocinas, responsáveis por ativar e modular a resposta imunológica. Além disso, houve redução da morte celular e do estresse oxidativo causado pelo dano celular," disse Carla.

A equipe pretende agora pesquisar o efeito anti-inflamatório da galectina 1 quando a substância é usada em outros órgãos.


Ver mais notícias sobre os temas:

Desenvolvimento de Medicamentos

Transplantes

Alimentação e Nutrição

Ver todos os temas >>   

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2018 www.diariodasaude.com.br. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.