15/02/2021

Quer viver mais? Comece magro e vá ganhando quilinhos aos poucos

Redação do Diário da Saúde
Quer viver mais? Comece magro e vá ganhando quilinhos aos poucos
É mais um reforço para o intrigante "paradoxo da obesidade".
[Imagem: Mohamed Hassan/Pixabay]

Barriguinha de aposentado

Pessoas que começam a idade adulta com um índice de massa corporal (IMC) na faixa normal, e só mais tarde passam para o sobrepeso - mas nunca obesos -, tendem a viver mais.

Adultos nesta categoria viveram mais do que até mesmo aqueles cujo IMC permaneceu na faixa normal ao longo de toda a vida.

Pessoas que começaram a vida adulta como obesos e continuaram a ganhar peso tiveram a maior taxa de mortalidade.

"O impacto do ganho de peso na mortalidade é complexo. Depende do momento e da magnitude do ganho de peso e de onde o IMC começou," disse o professor Hui Zheng, da Universidade Estadual de Ohio (EUA).

"A mensagem principal é que, para aqueles que começam com peso normal no início da idade adulta, ganhar uma quantidade modesta de peso ao longo da vida e entrar na categoria de sobrepeso no final da idade adulta pode realmente aumentar a probabilidade de sobrevivência," reforçou.

Resultados semelhantes foram encontrados em duas gerações de participantes em um estudo que acompanhou os históricos médicos de residentes de uma cidade em Massachusetts e seus filhos durante décadas.

Obesidade juvenil

Por outro lado, o estudo mostrou tendências preocupantes para a geração mais jovem, que está ficando com sobrepeso e obesidade mais cedo do que seus pais.

Isso significa que essa geração tem maior probabilidade de ter mortes relacionadas ao aumento da obesidade.

"Mesmo que os riscos de mortalidade associados às trajetórias de obesidade tenham diminuído ao longo das gerações, suas contribuições para as mortes da população aumentaram de 5,4% na coorte original para 6,4% na coorte de descendentes," disse Zheng. "Isso é porque mais pessoas estão nas trajetórias de obesidade na coorte de descendentes."

Checagem com artigo científico:

Artigo: Life-long Body Mass Index Trajectories and Mortality in Two Generations
Autores: Hui Zheng, Paola Echave, Neil Mehta, Mikko Myrskyla
Publicação: Annals of Epidemiology
DOI: 10.1016/j.annepidem.2021.01.003
Siga o Diário da Saúde no Google News

Ver mais notícias sobre os temas:

Qualidade de Vida

Alimentação e Nutrição

Dietas e Emagrecimento

Ver todos os temas >>   

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2021 www.diariodasaude.com.br. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.