05/07/2022

Relacionamentos são melhores entre pessoas de atratividade semelhante

Redação do Diário da Saúde
Relacionamentos são melhores entre pessoas de atratividade semelhante, dizem psicólogos
Se você está mais para nerd, é melhor não ficar apostando em relacionamentos com a líder de torcida.
[Imagem: CC0 Public Domain/Pixabay]

O nerd e a líder de torcida

Todo mundo se lembra daqueles filmes românticos em que o adolescente nerd se apaixona pela garota mais bonita da escola.

O filme começa com a garota sem saber nada sobre o carinha estranho, que a maioria das meninas não consideraria um potencial parceiro, mas no final ela acaba se apaixonando por ele. É uma fórmula clássica de filme romântico.

No entanto, esses relacionamentos podem ser deixados apenas para o cinema, dizem psicólogos.

O professores Sean Prall e Brooke Scelza, da Universidade de Missouri-Colúmbia (EUA) queriam fazer uma pesquisa com ares verdadeiramente cinematográficos, então eles viajaram para o noroeste da Namíbia, no sul da África, para estudar o comportamento dos Himba, um grupo de semi-nômades agropastoris.

Lá, eles passaram cinco anos estudando a população, entrevistaram as pessoas sobre a atratividade, "desejabilidade" e conveniência de ter outras pessoas na comunidade como parceiros. Com essas informações, eles estimaram o que chamam de "valor do companheiro" de cada um, uma métrica que tenta descrever a probabilidade de as pessoas quererem estar em um relacionamento com alguém.

Os pesquisadores descobriram que pessoas com "valores de companheiro" semelhantes eram mais propensas a entrar em um relacionamento umas com as outras e também tinham melhores resultados nesses relacionamentos. Eles afirmam que isso é diferente da maioria das pesquisas sobre desejabilidade, uma vez que o estudo se concentrou nas ações das pessoas, e menos em suas declarações de preferência, que pode ser influenciada por pressões sociais.

"Nós estávamos interessados nisso porque muito do trabalho antropológico sobre os padrões de acasalamento humano é baseado apenas nas preferências das pessoas," disse Prall. "Esta pesquisa se concentrou nas ações das pessoas. Claro, você pode dizer que prefere alguém que é considerado realmente desejável, mas que é fortemente impactado pelas normas sociais. O que você faz nesse relacionamento? Como você age de fato? Era para que isso que estávamos olhando."

Relacionamentos na comunidade

Embora grande parte de sua pesquisa anterior seja específica para essa população, Prall afirma que os resultados deste estudo podem ser aplicados a um contexto mais amplo.

Ele justifica essa amplitude afirmando que as características daquela população são perfeitas para o tipo de informação que eles estavam coletando.

"Esta foi uma grande população para analisar essas questões porque todos se conhecem e a maioria namora e se casa dentro da população," justifica Prall. "Você pode perguntar a eles o quanto eles gostariam de estar em um relacionamento com uma pessoa específica porque eles realmente conhecem essa pessoa. É assim que as pessoas fazem parcerias há milhares e milhares de anos, não online, mas com pessoas em sua comunidade."

Checagem com artigo científico:

Artigo: The effect of mating market dynamics on partner preference and relationship quality among Himba pastoralists
Autores: Sean Prall, Brooke Scelza
Publicação: Science Advances
Vol.: 8, Issue 18
DOI: 10.1126/sciadv.abm5629
Siga o Diário da Saúde no Google News

Ver mais notícias sobre os temas:

Relacionamentos

Sentimentos

Educação

Ver todos os temas >>   

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2022 www.diariodasaude.com.br. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.