30/01/2020

Sensor múltiplo detecta de tumores a dengue

Redação do Diário da Saúde
Sensor múltiplo promete detectar de tumores a dengue
Plataforma de biochips permite desenvolver toda uma família de sensores para aplicações médicas.
[Imagem: IIUM]

Sensor de câncer

Este biochip é uma plataforma de biossensores que está se mostrando mais versátil do que os próprios pesquisadores imaginaram.

A equipe da professora Anis Nordin, da Universidade Islâmica Internacional da Malásia, começou a desenvolver o biochip para analisar células de pacientes com câncer para rastrear reações a diferentes medicamentos e dosagens.

Eles já o estão testando para analisar células tumorais, ajudando a determinar a dosagem ideal de quimioterapia necessária para cada paciente.

O sensor mede o crescimento e a morte das células cancerígenas eletronicamente e os resultados são transmitidos sem fio em tempo real.

E este é apenas um exemplo dos esforços da equipe para desenvolver dispositivos médicos precisos para medicina personalizada e melhorar os resultados dos tratamentos para os pacientes.

Detector de dengue

A equipe também utilizou sua plataforma para desenvolver um biossensor ultrassensível para detecção precoce da dengue. Os ensaios convencionais de detecção de anticorpos e antígenos requerem um longo tempo de detecção e equipamentos caros.

Já esse sensor pode detectar rapidamente a massa e a presença eletroquímica da proteína NS1, usando um conjunto de sensores portáteis e miniaturizados de baixo custo - a NS1, ou "proteína não estrutural 1", é secretada pelas células infectadas pelo vírus da dengue.

A capacidade de detectar a NS1 permite dar rapidamente um prognóstico para os pacientes com suspeita de dengue.

No momento, a equipe está envolvida no aprimoramento da versão para teste de células de câncer de pulmão, mas acredita que sua plataforma permitirá brevemente lançar toda uma família de biossensores.


Ver mais notícias sobre os temas:

Biochips

Sensores

Diagnósticos

Ver todos os temas >>   

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2019 www.diariodasaude.com.br. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.