25/04/2022

Acionamento dos nossos genes depende de um efeito sanfona

Redação do Diário da Saúde
Acionamento dos nossos genes depende de um
Tem havido preocupações crescentes com a edição genética CRISPR-Cas9 porque as mutações podem passar para os filhos.
[Imagem: PixiMe01/Pixabay]

Desligamento genético

Em um estudo que altera os fundamentos do que sabemos sobre silenciamento genético, pesquisadores revelaram como um "efeito sanfona" é fundamental para desligar os genes.

A descoberta expande nossa compreensão de como nosso organismo liga e desliga nossos genes para construir os diferentes tipos de células em nossos corpos, à medida que nos desenvolvemos no útero.

E também oferece uma nova maneira de potencializar o silenciamento de genes artificial, para tratar ou reverter a progressão de uma ampla gama de doenças, incluindo câncer, doenças congênitas e infecciosas.

Efeito sanfona genético

O DNA que compõe nosso material genético é enrolado firmemente em torno de proteínas, como um fio enrolado em um carretel. Quando ele fica empacotado mais frouxamente, os genes podem ser ativados; quando está bem compactado, os genes são desligados.

Mas Andrew Keniry e seus colegas descobriram que, para desligar um gene, o empacotamento do DNA precisa inicialmente se afrouxar, para só em seguida ser fortemente comprimido, algo que os cientistas chamaram de efeito sanfona.

"Ficamos surpresos ao saber que o DNA primeiro precisa relaxar, para desencadear esse processo," disse a professora Marnie Blewitt, da Universidade de Sydney (Austrália). "Semelhante a como um acordeão precisa se abrir antes de ser comprimido para produzir uma nota musical, descobrimos que nosso DNA precisa ser aberto primeiro, antes que possa ser comprimido e o gene seja silenciado."

Desligar oncogenes

"Se pudermos aprender exatamente como desligar os genes, poderemos um dia desligar genes prejudiciais em uma variedade de doenças," acrescentou Keniry. "Se você puder desligar os oncogenes que causam câncer, por exemplo, você poderá ter um novo tratamento. Para poder realizar esse sonho, primeiro precisamos saber como o processo acontece, para que ele possa ser imitado com medicamentos, e nossa descoberta é mais uma peça vital deste quebra-cabeça."

Os próximos passos da pesquisa vão investigar por que o efeito sanfona é necessário para o silenciamento dos genes e a relevância do processo para genes em outros cromossomos, como os autossomos.

Checagem com artigo científico:

Artigo: BAF complex-mediated chromatin relaxation is required for establishment of X chromosome inactivation
Autores: Andrew Keniry, Natasha Jansz, Linden J. Gearing, Iromi Wanigasuriya, Joseph Chen, Christian M. Nefzger, Peter F. Hickey, Quentin Gouil, Joy Liu, Kelsey A. Breslin, Megan Iminitoff, Tamara Beck, Andres Tapia del Fierro, Lachlan Whitehead, Andrew Jarratt, Sarah A. Kinkel, Phillippa C. Taberlay, Tracy Willson, Miha Pakusch, Matthew E. Ritchie, Douglas J. Hilton, Jose M. Polo, Marnie E. Blewitt
Publicação: Nature Communications
Vol.: 13, Article number: 1658
DOI: 10.1038/s41467-022-29333-1
Siga o Diário da Saúde no Google News

Ver mais notícias sobre os temas:

Genética

Câncer

Tratamentos

Ver todos os temas >>   

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2022 www.diariodasaude.com.br. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.