02/03/2021

Aplicativo de celular ajuda a tornar-se uma pessoa melhor

Redação do Diário da Saúde

Mudar a personalidade

Tentando trazer o conselho espiritual milenar de "tornar-se uma pessoa melhor" para a prática clínica, os psicólogos têm estudado diversas técnicas para induzir mudanças na personalidade voluntariamente.

Uma das questões que primeiro se colocam é: Com que rapidez os traços de personalidade podem ser modificados?

Uma equipe de pesquisa internacional, liderada por psicólogos da Universidade de Zurique (Suíça), demonstrou agora que, usando diariamente um aplicativo para celular, é possível gerar mudanças de personalidade desejadas pela pessoa em apenas três meses.

E, mesmo três meses após cessadas as intervenções diárias, as mudanças ainda são perceptíveis.

Aplicativo para mudança de personalidade

Traços de personalidade, como conscienciosidade ou sociabilidade, são padrões de experiência e comportamento que podem mudar ao longo de nossas vidas. As mudanças individuais geralmente ocorrem lentamente, à medida que as pessoas se adaptam gradualmente às demandas da sociedade e do seu ambiente.

No entanto, não está claro se certos traços de personalidade também podem ser psicologicamente influenciados de maneira direcionada e a curto prazo.

Mirjam Stieger e seus colegas decidiram então investigar essa questão usando uma intervenção digital. A equipe desenvolveu um aplicativo para celular e o distribuiu para cerca de 1.500 voluntários, que deviam utilizá-lo durante três meses. Com entrevistas no início e no fim do período, os pesquisadores avaliaram se e como suas personalidades haviam mudado. Foram examinados os cinco principais traços de personalidade - abertura, conscienciosidade, sociabilidade (extroversão), consideração (afabilidade) e vulnerabilidade emocional (neuroticismo).

O aplicativo inclui elementos de transferência de conhecimento, ativação de recursos e comportamentos, autorreflexão e feedback sobre o progresso. Toda a comunicação com o mentor digital e com um acompanhante virtual (um chatbot) ocorreu virtualmente. O chatbot apoiava os participantes diariamente para ajudá-los a fazer as mudanças desejadas.

A maioria dos participantes afirmou que queria reduzir sua vulnerabilidade emocional, aumentar sua conscienciosidade ou aumentar sua extroversão.

Resultados

Os voluntários que participaram da intervenção por mais de três meses relataram o maior sucesso em alcançar seus objetivos de mudança, em comparação com o grupo de controle, que participou por apenas dois meses.

Amigos próximos e familiares também observaram mudanças nos participantes que queriam aumentar a expressão de um certo traço de personalidade.

No entanto, para aqueles que queriam reduzir a expressão de um determinado traço, as pessoas próximas notaram pouca mudança. Esse grupo era formado principalmente por participantes que queriam se tornar menos vulneráveis emocionalmente, um processo interno que é menos observável de fora.

"Tanto os participantes como seus amigos relataram que, três meses após o término da intervenção, as mudanças de personalidade provocadas pelo uso do aplicativo persistiram," diz o professor Mathias Allemand. "Esses resultados surpreendentes mostram que não somos apenas escravos de nossa personalidade, mas podemos deliberadamente fazer mudanças na experiência rotineira e nos padrões de comportamento."

O aplicativo foi desenvolvido como uma ferramenta de pesquisa. Com os bons resultados, porém, a equipe acredita que aplicativos como este poderão estar amplamente disponíveis para a população.

Checagem com artigo científico:

Artigo: Changing personality traits with the help of a digital personality change intervention
Autores: Mirjam Stieger, Christoph Flückiger, Dominik Rüegger, Tobias Kowatsch, Brent W. Roberts, Mathias Allemand
Publicação: Proceedings of the National Academy of Sciences
DOI: 10.1073/pnas.2017548118
Siga o Diário da Saúde no Google News

Ver mais notícias sobre os temas:

Comportamento

Sentimentos

Relacionamentos

Ver todos os temas >>   

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2021 www.diariodasaude.com.br. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.