Comer grilos melhora intestino e reduz inflamação

Comer grilos melhora intestino e reduz inflamação
Insetos fritos em uma barraca de alimentos na Tailândia. Mais de 2 bilhões de pessoas em todo o mundo comem insetos regularmente.
[Imagem: Takoradee]

Comer insetos é saudável

Comer grilos pode ajudar no crescimento de bactérias benéficas no intestino.

Além disso, comer grilos não é apenas seguro, mas também pode reduzir marcadores de inflamação no corpo.

Isto é o que garantem as professoras Valerie Stull e Tiffany Weir, da Universidade Estadual do Colorado (EUA).

Elas não estão sozinhas: Mais de 2 bilhões de pessoas em todo o mundo consomem insetos regularmente, que também são uma boa fonte de proteínas, vitaminas, minerais e gorduras saudáveis. Se todas essas pessoas saudáveis não servirem de prova suficiente, há pouco tempo outra equipe comprovou que nosso estômago não vê nenhum problema em digerir insetos.

Mas Stull e Weir estavam mais interessadas em documentar, por meio de um ensaio clínico controlado, os efeitos de comer insetos sobre a saúde.

Os grilos, assim como outros insetos, contêm fibras, como a quitina, que são diferentes da fibra alimentar encontrada em alimentos como frutas e vegetais. A fibra serve como fonte de alimento microbiano e alguns tipos de fibra promovem o crescimento de bactérias benéficas, também conhecidas como probióticas.

O ensaio investigou justamente se as fibras de insetos poderiam influenciar as bactérias encontradas no trato gastrointestinal humano.

Efeitos benéficos de comer grilos

Durante duas semanas, 20 homens e mulheres saudáveis, com idades entre 18 e 48 anos, tomaram ou um café da manhã comum ou um café da manhã contendo 25 gramas de farinha de grilo em pó distribuída em bolinhos e vitaminas. Cada participante então comeu uma dieta normal por um período de "limpeza" de duas semanas. Durante as duas semanas seguintes, aqueles que começaram com a dieta de grilo consumiram o café da manhã de controle e aqueles que começaram a dieta de controle consumiram um café da manhã com grilo.

Os participantes não relataram alterações gastrointestinais significativas ou efeitos colaterais e os pesquisadores não encontraram evidências de alterações na composição microbiana ou alterações na inflamação intestinal. Eles observaram um aumento de uma enzima metabólica associada à saúde intestinal e uma diminuição de uma proteína inflamatória no sangue chamada TNF-alfa, que tem sido associada a outras medidas de bem-estar, como depressão e câncer.

Além disso, observou-se um aumento na abundância de bactérias benéficas do intestino, como a Bifidobacterium animalis, uma cepa que tem sido associada à melhora da função gastrointestinal.


Ver mais notícias sobre os temas:

Alimentação e Nutrição

Consumo Responsável

Conservação de Alimentos

Ver todos os temas >>   

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2018 www.diariodasaude.com.br. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.