28/04/2020

Descobertas substâncias para controlar o relógio biológico

Redação do Diário da Saúde
Descobertas substâncias para controlar o relógio biológico
As duas substâncias podem controlar o relógio biológico, ativando-o ou reduzindo seus tique-taques.
[Imagem: Issey Takahashi/ITBM-Nagoya University]

Ritmo acelerado

Ainda não faz uma década que pesquisadores japoneses descobriram como ler as horas no relógio biológico humano, e menos tempo ainda desde que a descoberta dos ritmos circadianos ganhou o Nobel.

Agora, outra equipe japonesa descobriu compostos químicos capazes de acertar o relógio biológico humano, permitindo, por assim dizer, "estender o tempo biológico" - até agora as manipulações do relógio biológico eram feitas com luz.

O relógio biológico, ou circadiano, controla uma variedade de fenômenos biológicos que ocorrem ao longo do dia, como dormir e acordar. E hoje já se sabe que nossos tecidos e órgãos têm seus próprios relógios biológicos.

A perturbação desses ritmos naturais tem sido associada a muitas doenças, como distúrbios do sono, síndrome metabólica e até câncer.

Assim, o desenvolvimento de substâncias capazes de regular componentes específicos do relógio circadiano fornece uma plataforma para o tratamento terapêutico dessas doenças, além de aumentar a compreensão da base molecular da função desses ritmos.

Gordura marrom

Simon Miller e seus colegas descobriram duas pequenas moléculas - KL101 e TH301 - que prolongam o tempo do relógio circadiano ao controlar seletivamente dois componentes do relógio - CRY1 e CRY2, respectivamente.

Como primeira linha de ação, em busca da utilização terapêutica da sua descoberta, a equipe pretende a seguir verificar se os compostos KL101 e TH301 podem ser usados para o tratamento terapêutico da obesidade.

Isto porque, ao fazer seus experimentos, eles descobriram que os dois componentes do relógio biológico - CRY1 e o CRY2 - são necessários para a diferenciação dos adipócitos marrons, células da chamada "gordura boa", que queima energia, em vez de armazená-la.

Checagem com artigo científico:

Artigo: Isoform-selective regulation of mammalian cryptochromes
Autores: Simon Miller, You Lee Son, Yoshiki Aikawa, Eri Makino, Yoshiko Nagai, Ashutosh Srivastava, Tsuyoshi Oshima, Akiko Sugiyama, Aya Hara, Kazuhiro Abe, Kunio Hirata, Shinya Oishi, Shinya Hagihara, Ayato Sato, Florence Tama, Kenichiro Itami, Steve A. Kay, Megumi Hatori, Tsuyoshi Hirota
Publicação: Nature Chemical Biology
DOI: 10.1038/s41589-020-0505-1

Ver mais notícias sobre os temas:

Sono

Sistema Imunológico

Qualidade de Vida

Ver todos os temas >>   

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2019 www.diariodasaude.com.br. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.