25/11/2021

Aparelho controla eletricamente as funções do baço

Redação do Diário da Saúde
Eletrocêutica permite controlar eletricamente as funções do baço
Eletrocêutica poderá ser usada para tratamento de doenças, incluindo artrite reumatoide, colite e sepse.
[Imagem: Maria A. Gonzalez-Gonzalez et al. - 10.1038/s42003-021-02628-7]

Eletrocêutica

Uma equipe internacional de pesquisadores obteve avanços significativos na pesquisa de uma nova técnica para o tratamento de doenças, incluindo artrite reumatoide, colite e sepse.

Conhecida como eletrocêutica, a técnica consiste na estimulação elétrica para modificar funções biológicas, permitindo tratar condições médicas com efeitos colaterais e invasividade mínimos - é possível também usar a luz, caso em que a técnica se chama optocêutica.

A equipe já havia desenvolvido um dispositivo que eles batizaram de sutrodo, um eletrodo à base de grafeno que faz uma estimulação elétrica que pode substituir o uso de produtos farmacêuticos para tratar uma variedade de condições médicas - o nome sutrodo deriva-se do fato de que o dispositivo combina as propriedades elétricas de um eletrodo com as propriedades mecânicas de uma sutura.

Agora eles divulgaram os primeiros resultados do uso prático da técnica, que trouxe novidades acerca do papel do baço e de como ele pode ser controlado - só há poucos anos os cientistas começaram a entender como o baço funciona.

Controlando o baço

"A flexibilidade e a excelente sensibilidade do sutrodo estão nos permitindo expandir nossa compreensão de como o sistema nervoso controla os principais órgãos do corpo, um passo crítico para o desenvolvimento de terapias avançadas em medicamentos bioeletrônicos.

"Nosso trabalho colaborativo descobriu que o baço é controlado por diferentes nervos terminais, e que o sutrodo pode ser usado para controlá-los, aumentando a precisão com que a função desse órgão pode ser modulada", contou o professor Mario Ortega, da Universidade de Houston (EUA).

"Este trabalho tem implicações generalizadas para a regulação da função do baço, particularmente a regulação eficiente da resposta imunológica para o tratamento eletrocêutico de uma série de doenças," disse o Dr. Gordon Wallace, membro da equipe. "Destacamos a necessidade contínua de desenvolver sistemas com maior fidelidade e resolução espacial. Isso não apenas irá viabilizar aplicações práticas, como também permitirá a exploração do sistema neural humano de uma forma impossível até agora."

O sutrodo também pode ser integrado a outros sistemas neurais delicados do corpo, permitindo monitorar a atividade neural envolvida no funcionamento saudável ou nas enfermidades.

Checagem com artigo científico:

Artigo: Platinized graphene fiber electrodes uncover direct spleen-vagus communication
Autores: Maria A. Gonzalez-Gonzalez, Geetanjali S. Bendale, Kezhong Wang, Gordon G. Wallace, Mario Romero-Ortega
Publicação: Nature Communications Biology
Vol.: 4, Article number: 1097
DOI: 10.1038/s42003-021-02628-7
Siga o Diário da Saúde no Google News

Ver mais notícias sobre os temas:

Equipamentos Médicos

Sistema Nervoso

Terapias Alternativas

Ver todos os temas >>   

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2021 www.diariodasaude.com.br. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.