12/08/2021

Sempre tentamos tornar nossos pontos de vista positivos

Redação do Diário da Saúde
Sempre tentamos tornar nossos pontos de vista positivos
É mais um indício de que a radicalização nas redes sociais se aproxima de uma patologia.
[Imagem: Gerd Altmann/Pixabay]

Eu apoio o contrário

Já existe muita pesquisa científica sobre os mais 500 milhões de tuítes e 4 bilhões de postagens no Facebook por dia.

E um dado interessante é que, apesar de todo o efeito "tóxico" que essas caixas de entrada da mídia social podem eventualmente gerar, as pessoas costumam compartilhar muito mais atitudes estruturadas em termos de apoio do que em termos de crítica e oposição.

Uma nova análise dessas mensagens mostrou que essa estruturação em termos de suporte - apoiar uma posição - apareceu independentemente de a opinião em si ser positiva ou negativa.

E o resultado é particularmente interessante porque não se baseou em opiniões de voluntários, mas em uma análise de discussões que já haviam sido feitas espontaneamente, sem intervenção dos pesquisadores.

Questões polêmicas

Entre os vários assuntos analisados estava o controle de armas. A pesquisa descobriu que as pessoas estavam mais propensas a se expressar sobre essa questão em termos de "Eu apoio a permissão de armas" ou "Eu apoio a proibição de armas", em contraposição a afirmações como "Eu me oponho ao banimento de armas" ou "Eu me oponho à permissão de armas. "

"Há uma grande quantidade de questões polêmicas nas quais ambos os lados falam sobre o que apoiam - pró-vida e pró-escolha no aborto, por exemplo," exemplificou a professora Rhia Catapano, da Universidade de Toronto (Canadá). "É muito raro vermos posições que se enquadrem principalmente em termos do que as pessoas se opõem."

Ainda mais revelador, os tuítes usando linguagem de apoio foram retuitados 624 vezes, em média, em comparação com apenas 28 vezes para tuítes que falavam do que as pessoas se opunham.

Os resultados foram os mesmos em uma larga gama de assuntos, incluindo o casamento entre pessoas do mesmo sexo, controle de armas, autoisolamento como medida de saúde pública contra a covid-19 ou mesmo apoio e oposição a políticos ou marcas comerciais.

Motivadores psicológicos do discurso positivo

Segundo os pesquisadores, a razão pela qual as pessoas moldam seu discurso dessa forma tem a ver com motivadores psicológicos.

Mostrar apoio a algo parece uma declaração mais forte de nossos valores pessoais e de quem somos, em vez de quem não somos. E, por mais que alguns acreditem que não se importam com o que os outros pensam deles, os humanos preferem que os outros gostem deles.

Assim, expressar opiniões por meio de declarações de apoio nos faz sentir como se estivéssemos causando uma impressão social melhor.

Além de dar dicas sobre como aproveitar as mídias sociais para obter apoio para produtos, causas ou indivíduos, estes resultados são relevantes para qualquer pessoa interessada em fazer as pessoas discutirem assuntos importantes, mas polêmicos, em vez de se esquivar deles, como pesquisadores ou comunicadores de saúde pública.

"Se quisermos encorajar mudanças positivas no comportamento ou nas atitudes das pessoas, podemos mudar a forma como falamos sobre essas ideias," disse a professora Catapano.

Checagem com artigo científico:

Artigo: Do I support that it’s good or oppose that it’s bad? The effect of support-oppose framing on attitude sharing
Autores: R.Catapano, Z. L. Tormala
Publicação: Journal of Personality and Social Psychology
DOI: 10.1037/pspa0000266
Siga o Diário da Saúde no Google News

Ver mais notícias sobre os temas:

Comportamento

Relacionamentos

Emoções

Ver todos os temas >>   

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2021 www.diariodasaude.com.br. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.