20/01/2020

Dieta tem efeitos rápidos na qualidade do esperma

Redação do Diário da Saúde
Dieta tem efeitos rápidos na qualidade do esperma
Além de uma dieta melhor, já se sabia que as nozes melhoram a qualidade do esperma.
[Imagem: Wikimedia]

Dieta e concepção

O esperma é influenciado pela dieta e os efeitos surgem rapidamente.

Essa descoberta fornece uma nova visão da função do esperma e pode, a longo prazo, contribuir para novos métodos de diagnóstico em tratamentos de infertilidade masculina e reprodução assistida.

"Constatamos que a dieta influencia a motilidade dos espermatozoides e conseguimos vincular as alterações a moléculas específicas neles. Nosso estudo revelou efeitos rápidos que são perceptíveis após uma a duas semanas," disse a Dra Anita Ost, da Universidade de Linkoping (Suécia).

Qualidade do esperma

Já se sabia que qualidade do esperma pode ser prejudicada por vários fatores ambientais e de estilo de vida, dos quais obesidade e doenças relacionadas, como diabetes tipo 2, são fatores de risco bem conhecidos para a baixa qualidade do esperma.

O grupo sueco que realizou este novo estudo estava interessado em fenômenos epigenéticos, que envolvem propriedades físicas ou níveis de alteração da expressão gênica, mesmo quando o material genético, a sequência do DNA, não é alterado. Em certos casos, essas alterações epigenéticas podem levar à transferência de propriedades dos pais para os filhos através do esperma ou do óvulo.

Foram examinados 15 homens jovens normais e não fumantes, que restringiram sua alimentação à dieta fornecida pelos pesquisadores, durante duas semanas. A dieta foi baseada nas Recomendações Nórdicas de Nutrição para uma alimentação saudável, com uma exceção: durante a segunda semana, os pesquisadores adicionaram açúcar, correspondendo a cerca de 3,5 litros de refrigerantes, ou 450 gramas de confeitaria, todos os dias.

Melhor, mesmo com açúcar

Antes do início do estudo, um terço dos participantes apresentava baixa motilidade espermática. A motilidade é um dos vários fatores que influenciam a qualidade das células reprodutivas, e essa fração de pessoas com baixa motilidade espermática no estudo corresponde à da população em geral.

Os pesquisadores ficaram surpresos ao descobrir que a motilidade espermática de todos os participantes se normalizou durante o estudo. E mais surpresos pela igualdade de resultados após a inserção do açúcar na dieta, quando se esperava que houvesse uma piora.

"O estudo mostra que a motilidade espermática pode ser alterada em um curto período e parece estar intimamente ligada à dieta. Isso tem implicações clínicas importantes. Mas não podemos dizer se foi o açúcar que causou o efeito, pois pode ser um componente da dieta saudável básica que tem um efeito positivo no esperma," disse Anita Ost.

Checagem com artigo científico:

Artigo: Human sperm displays rapid responses to diet
Autores: Daniel Nätt, Unn Kugelberg, Eduard Casas, Elizabeth Nedstrand, Stefan Zalavary, Pontus Henriksson, Carola Nijm, Julia Jäderquist, Johanna Sandborg, Eva Flinke, Rashmi Ramesh, Lovisa Örkenby, Filip Appelkvist, Thomas Lingg, Nicola Guzzi, Cristian Bellodi, Marie Löf, Tanya Vavouri, Anita Öst
Publicação: PLoS Biology
DOI: 10.1371/journal.pbio.3000559
Siga o Diário da Saúde no Google News

Ver mais notícias sobre os temas:

Gravidez

Sexualidade

Alimentação e Nutrição

Ver todos os temas >>   

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2020 www.diariodasaude.com.br. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.