21/07/2023

Pessoas criativas curtem melhor o tempo livre

Redação do Diário da Saúde
Quer ser mais criativo? Curta seus próprios pensamentos
Já se sabia que a meditação pode lhe tornar mais criativo.
[Imagem: Artsy Solomon/Pixabay]

Pensamento viaja

Pessoas criativas são mais propensas a aproveitar ao máximo seu tempo de inatividade durante um dia típico, e elas fazem isto explorando sua própria mente.

Pesquisadores descobriram que as pessoas criativas são mais propensas a usar o tempo ocioso de maneira proveitosa, deixando uma ideia levar a outra, e assim por diante. Os participantes do estudo que apresentaram maior criatividade se sentiam menos entediados quando se sentavam sozinhos em uma sala, por exemplo.

E, durante a pandemia do covid-19, uma época em que o mundo experimentou períodos de tempo não estruturados inusitadamente longos, as pessoas criativas ficaram menos entediadas e mais envolvidas com seus pensamentos.

"Estou particularmente interessado em criatividade porque queríamos saber o que se passa na mente de indivíduos criativos, especialmente em situações em que nada restringe seus pensamentos," disse o professor Quentin Raffaeli, da Universidade do Arizona.

A maioria dos estudos sobre pensamentos humanos, feitos nos campos da psicologia e da neurociência, leva os participantes a pensar de uma certa maneira ou pede que eles relatem pensamentos que experimentaram. Mas ver como os pensamentos surgem naturalmente e se desdobram ao longo do tempo em contextos não solicitados é algo mais difícil de fazer e, por isso, muito mais raro.

Quer ser mais criativo? Curta seus próprios pensamentos
Dizer coisas "nada a ver" pode medir sua criatividade.
[Imagem: Nugroho Dwi Hartawan/Pixabay]

Curtir os próprios pensamentos

A história está repleta de casos de cientistas, artistas e filósofos famosos que gostavam de ficar sozinhos com seus pensamentos, e essas pessoas geralmente geravam algumas de suas melhores ideias durante o tempo ocioso.

"Na sociedade ocupada e conectada digitalmente de hoje, o tempo para ficar sozinho com seus pensamentos sem distração pode estar se tornando uma mercadoria rara," comentou a professora Jessica Andrews-Hanna, membro da equipe.

Os pesquisadores avaliaram a criatividade dos participantes por meio de um teste de "pensamento divergente", um teste verbal que mede a capacidade de uma pessoa de pensar fora da caixa. Os participantes que tiveram um bom desempenho no teste de pensamento divergente tinham pensamentos que fluíam livremente e eram associados uns aos outros, muitas vezes indicados por frases como "isso me lembra de" ou "falando sobre isso".

Assim, a equipe reafirma os conselhos milenares de que dar tempos para ficar consigo mesmo e analisar os próprios pensamentos é um bom caminho também para cultivar a criatividade.

"À medida que nos tornamos mais sobrecarregados, com excesso de compromissos e viciados em nossos aparelhos digitais, acho que precisamos fazer um trabalho melhor em nossas casas, locais de trabalho e escolas para cultivar tempo para simplesmente relaxar com nossos pensamentos," disse Andrews-Hanna.

Checagem com artigo científico:

Artigo: Creative Minds at Rest: Creative Individuals are More Associative and Engaged with Their Idle Thoughts
Autores: Quentin Raffaelli, Rudy Malusa, Nadia-Anais de Stefano, Eric Andrews, Matthew D. Grilli, Caitlin Mills, Darya L. Zabelina, Jessica R. Andrews-Hanna
Publicação: Creativity Research Journal
DOI: 10.1080/10400419.2023.2227477
Siga o Diário da Saúde no Google News

Ver mais notícias sobre os temas:

Criatividade

Mente

Meditação

Ver todos os temas >>   

A informação disponível neste site é estritamente jornalística, não substituindo o parecer médico profissional. Sempre consulte o seu médico sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e aos seus tratamentos e medicamentos.
Copyright 2006-2023 www.diariodasaude.com.br. Todos os direitos reservados para os respectivos detentores das marcas. Reprodução proibida.